null «Estudo Nacional sobre o Racismo no Futebol em Portugal: Perceções e vivências» da Associação Plano i apresentado no Dia Internacional contra a Discriminação Racial

«Estudo Nacional sobre o Racismo no Futebol em Portugal: Perceções e vivências»

60 por cento das pessoas inquiridas já testemunhou e foi confrontada com episódios de racismo no meio futebolístico.

25/03/2021

No dia 21 de março, em que se assinala o Dia Internacional contra a Discriminação Racial, a Associação Plano i apresentou o projeto «Black Lives Matter», do qual o IPDJ é parceiro. Do projeto resultam um site e um estudo sobre racismo no futebol em Portugal. 

Na apresentação, promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos, estiveram presentes o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo e a secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, bem como Fernando Gomes, presidente Federação Portuguesa de Futebol e Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes. As reflexões conjuntas foram ao encontro das preocupações com os resultados do estudo, no qual domina essa extração fatual de que 60 por cento das pessoas inquiridas, numa grande maioria agentes do futebol, já testemunhou e foi confrontada com episódios de racismo no meio futebolístico entre outras conclusões que atribuem a agressão verbal como a manifestação mais frequente nos estádios e os adeptos/claques como os principais infratores.

O secretário de Estado da Juventude e Desporto, sublinhou «se alguém tinha dúvidas, o estudo partilhado diz-nos que existe racismo no desporto. É que algo que nos tem de mover para a sua eliminação e erradicação. Se há lugar onde não há qualquer razão para fenómenos desta natureza é o desporto, pois os seus valores estão nos antípodas. É importante estudarmos estes fenómenos para desenhar e otimizar medidas que os evitem. Enalteço a contribuição do estudo e o lançamento deste site. São ferramentas de reflexão e sensibilização»

Em Portugal, 2019 e 2020 foram anos de intenso debate público sobre a questão da discriminação racial. O país assistiu a vários casos, dentre os quais se destacou o do jogador de futebol Moussa Marega, no decorrer de um jogo em Guimarães, no contexto do qual lhe foram dirigidos insultos racistas. A Associação Plano i, orientada para a promoção dos Direitos Humanos, viu aprovada, em 2020, a candidatura que submeteu à Fare Network, em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos e o Movimento SOS Racismo, no âmbito da linha de financiamento Black Lives Matter in Football. Nasceu assim o Black Lives Matter in Football – Matosinhos, que foi apresentado publicamente em setembro de 2020 na Semana Europeia do Desporto, promovida pelo IPDJ.

Para além da criação de um site que disponibiliza um acervo sobre as questões do racismo e da sua prevenção e combate, bem como um mecanismo de denúncia de casos de racismo no desporto, em estreita articulação com a Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto, o Projeto foi responsável pela realização do primeiro Estudo Nacional sobre o Racismo no Futebol em Portugal: Perceções e vivências

SUBSCREVER NEWSLETTER

Newsletter subscrito com sucesso Não foi subscrever o Newsletter. Por favor tente mais tarde
logos-do-site

Utilizamos cookies no nosso site para lhe proporcionar a melhor experiência. Ao continuar a navegar, está a autorizar a nossa utilização destes cookies. No entanto, se pretender saber mais informações, nomeadamente como alterar as suas definições, consulte a nossa Politica.