notícia

COMO PODEMOS AJUDAR?


IPDJ assinala Dia Internacional das Mulheres com apresentação da brochura «Portugal | Igualdade de Género no Desporto»

Promover e implementar políticas para combater as desigualdades de género por forma a potenciar uma participação mais equilibrada no desporto.

08/03/2021

A brochura, que apresenta dados sobre a participação de mulheres e homens no desporto no âmbito da liderança, treino, participação, violência baseada no género, media/comunicação, bem como ações/medidas para promover a efetiva igualdade de género no desporto, resulta da participação do IPDJ no projeto ALL IN: Towards balance gender in sport, um projeto conjunto da União Europeia e do Conselho da Europa. O objetivo deste projeto é apoiar as autoridades públicas e as organizações desportivas na adoção de estratégias de mainstreaming de género e na elaboração e implementação de políticas e programas para combater as desigualdades de género no desporto. O projeto abrangeu a recolha de dados uniformizados em 18 países, com base num conjunto de indicadores de igualdade de género.

Portugal está ainda longe de alcançar o objetivo da igualdade de género no desporto, mas o país tem desenvolvido esforços nesse sentido conforme se pode verificar pela análise dos dados inclusos na brochura.

Em Portugal, a liderança no desporto, a atividade de treinador/a e a prática desportiva federada é dominada por homens. À data da recolha dos dados, entre as federações havia apenas uma presidente - Tiro com Arco e apenas 16% dos/as vice-presidentes e 14% dos/as membros da direção, eram mulheres. O número de treinadoras registadas era de apenas 10%, sendo de 15% no conjunto dos/as treinadores/as de alto rendimento. Cerca de um terço dos/as praticantes filiados nas federações eram mulheres. Isso repete-se na participação nos Jogos Olímpicos do Rio, onde as atletas mulheres representaram apenas 32% do total da comitiva.

Para mudar a situação, a maioria das ações tomadas, nos últimos anos, foram no sentido de aumentar o número de raparigas e mulheres a praticarem desporto (68%). 36% das federações implementaram medidas para melhorar a situação das mulheres atletas de alto rendimento, 32% tomaram medidas para conseguir ter mais treinadoras e 29% estão a trabalhar para aumentar o número de mulheres em posições de liderança.

Uma política para prevenir a violência baseada no género encontra-se em 22% das federações e, em 19%, foram tomadas medidas para combater a violência baseada no género. Cerca de um terço das federações tem uma política específica que visa a igualdade entre mulheres e homens no desporto.

O projeto ALL IN, além da realização da primeira campanha de recolha de dados na Europa, relativos à igualdade entre mulheres e homens no desporto, desenvolveu materiais que permitem uma efetiva capacitação política e técnica para a promoção da igualdade entre homens e mulheres no desporto. Deste modo, pretendeu-se tornar mais compreensivos os fatores de resistência à igualdade de género e os desafios que a igualdade coloca no desporto, para assumir o compromisso de promover o incremento de políticas e programas para remover barreiras, obstáculos e aumentar a participação sustentada das mulheres e raparigas no desporto, em Portugal, em todas as áreas (como praticantes ou atletas, treinadoras, árbitras ou juízes, dirigentes) e níveis desportivos (da base ao alto rendimento).

Consulte a brochura aqui

Mais informações sobre o projeto ALL IN: Towards balance gender in sport aqui

DJ Bot  (Em Treino)

SUBSCREVER NEWSLETTER

Newsletter subscrito com sucesso Não foi subscrever o Newsletter. Por favor tente mais tarde
logos-do-site

Utilizamos cookies no nosso site para lhe proporcionar a melhor experiência. Ao continuar a navegar, está a autorizar a nossa utilização destes cookies. No entanto, se pretender saber mais informações, nomeadamente como alterar as suas definições, consulte a nossa Politica.