>
<

COMO PODEMOS AJUDAR?


Saúde Juvenil

O Adesivo Contracetivo

Contraceção semanal



O adesivo contracetivo é fino, de cor bege, que se aplica na pele (braço, costas, no abdómen ou nádegas).  

Como atua?

Liberta hormonas (semelhantes às da pílula contracetiva combinada) através da pele e de forma contínua para a corrente sanguínea. Previne uma gravidez inibindo a ovulação e espessando o muco cervical.  

Como se coloca?

Cada embalagem contém 3 adesivos para utilização em ciclos de 28 dias (4 semanas): um adesivo por semana, seguindo-se um intervalo de 7 dias sem adesivo.
O 1.º adesivo deve ser aplicado no 1.º dia da menstruação. Coloca-se durante 3 semanas consecutivas e, tal como a pílula, descansa-se na quarta semana, quando se dá a hemorragia de privação. O adesivo pode ser mudado a qualquer hora do dia.  

Depois desta semana de pausa, um novo ciclo começa, devendo iniciar-se uma nova embalagem de adesivos ao 8.º dia.  

Se a mulher começa a utilizar o adesivo contracetivo pela primeira vez, no 1.º dia da menstruação, não é necessário utilizar proteção adicional (preservativo). No caso de iniciar em qualquer outro dia do ciclo, deve utilizar o preservativo durante os primeiros 7 dias, inclusive. 

A contraceção de emergencia

Importante:

  • Não aplicar o adesivo sobre a mama;
  • A pele deverá estar limpa e seca;
  • Não deve ser aplicado em pele vermelha, irritada ou com golpes;
  • Evitar colocar, todas as semanas, no mesmo local;
  • Aplicar só um adesivo de cada vez (retirando o usado antes de aplicar o novo).  

Deve ser firmemente pressionado contra a pele até as extremidades aderirem bem. 

Não utilizar cremes, óleos, loções ou maquilhagem em zonas onde o adesivo será aplicado ou próximo de um adesivo que já esteja a ser utilizado, uma vez que poderá impedir que o adesivo adira.

 

Vantagens

  • Pode ser mudado apenas uma vez por semana;
  • Em situações de vómito e diarreia, o efeito contracetivo não é colocado em causa.      

 

Desvantagens

  • Pode apresentar alguns efeitos secundários como dores de cabeça, tensão mamária, retenção de líquidos;
  • Possibilidade de irritação da pele.

O adesivo contracetivo não protege das infeções sexualmente transmissíveis.


Atualizado em: 26/03/2020

SUBSCREVER NEWSLETTER

Newsletter subscrito com sucesso Não foi subscrever o Newsletter. Por favor tente mais tarde

Utilizamos cookies no nosso site para lhe proporcionar a melhor experiência. Ao continuar a navegar, está a autorizar a nossa utilização destes cookies. No entanto, se pretender saber mais informações, nomeadamente como alterar as suas definições, consulte a nossa Politica.