null Conclusões da Conferência de Juventude da União Europeia

Conclusões da Conferência de Juventude da União Europeia

Conhecer as conclusões da Conferência, que decorreu no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia.

13/04/2021

No âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, teve lugar de 12 a 15 de março, a Conferência de Juventude da União Europeia e a Hackathon de 48 horas Solve the GAP, em formato digital, transmitido a partir de Vila Nova de Gaia, organizado pelo Ministério de Educação, através da SEJD/ IPDJ, e pelo o Conselho Nacional de Juventude (CNJ).

Sob o lema Juventude para a Europa, Europa para a Juventude: Espaço para Democracia e Participação, cerca de 150 delegados/as jovens e ministeriais, bem como representantes de instituições europeias do setor da juventude, trabalharam durante quatro dias em sete grupos de trabalho, no sentido de propor medidas e ações concretas para a atingir as metas do Objeto Europeu para a Juventude n.º 9 - Espaço e participação para todos.

Nestes grupos de trabalho, os/as participantes puderam igualmente dialogar com decisores/as políticos/as de Portugal, Alemanha, Eslovénia, bem como com representantes do Parlamento Europeu, da Comissão Europeia e do Conselho da Europa. Entre as várias propostas, os/as participantes elegeram as seguintes como prioritárias: 

  1. A implementação a nível nacional e local de mecanismos de auscultação jovem, como o Diálogo Jovem da União Europeia com a Juventude, na qual a Conferência de Juventude da União Europeia também acontece. 
  2. A implementação de um plano de formação de cidadania e ativismo comunitário, com base em metodologias de Educação Não formal, para a capacitação de jovens de grupos minoritários visando a sua inclusão plena. 
  3. A redução da idade de voto para os 16 anos. 
  4. Promoção de uma política de utilização fluída dos espaços públicos por jovens. 
  5. Desenho de recomendações a nível europeu para o desenvolvimento de espaços digitais para informação, participação e capacitação de jovens. 
  6. Criação de um mecanismo europeu de monitorização das oportunidades de formação e capacitação para jovens em contextos de aprendizagem não formal, alinhado com a Agenda Europeia do Trabalho com a Juventude. 
  7. A implementação de programas de educação para a cidadania em parceria com organizações de juventude e da sociedade civil recorrendo a metodologias de Educação Não Formal.
     

Aceda aqui a mais informação.

Atualizado em: 29/07/2021

SUBSCREVER NEWSLETTER

Newsletter subscrito com sucesso Não foi subscrever o Newsletter. Por favor tente mais tarde
logos-do-site

Utilizamos cookies no nosso site para lhe proporcionar a melhor experiência. Ao continuar a navegar, está a autorizar a nossa utilização destes cookies. No entanto, se pretender saber mais informações, nomeadamente como alterar as suas definições, consulte a nossa Politica.